Skip to content

Desespero sem programa, planejamento ou qualidade – um lixo

03/13/2010

A Justiça negou na última sexta-feira o bloqueio das contas da Cooperativa Habitacional dos Bancários de São Paulo (Bancoop) e a quebra dos sigilos bancário e fiscal do ex-presidente da cooperativa e atual secretário Nacional de Finanças do PT, João Vaccari Neto. Nenhum dos pedidos do promotor José Carlos Blat, do Ministério Público de São Paulo, foi acatado.

No despacho em que negou o bloqueio de contas da Bancoop e recusou a quebra de sigilo bancário do ex-presidente da cooperativa, João Vaccari Neto, o juiz Carlos Eduardo Lora Franco afirmou que as investigações sobre a entidade não podem ser “contaminadas” pelo ambiente político do ano eleitoral nem para manipular opinião pública.

Os pedidos haviam sido feitos pelo promotor José Carlos Blat – que tem usado a imprensa na tentativa de envolver o Partido dos Trabalhadores (PT) e seus integrantes no processo que investiga a administração da Bancoop.
Na avaliação do juiz, o contexto eleitoral “reforça ainda mais a necessidade de cautela e rigor no exame dos requerimentos formulados, justamente para que tal atmosfera política não venha a contaminar a presente investigação ou, noutro sentido, que esta não venha a ser utilizada por terceiros para manipulação da opinião pública por propósitos políticos”.

O despacho também questiona os procedimentos de Blat, que faz uma série de afirmações sem demonstrar em quais elementos estas se sustentam. “A manifestação apresentada pelo Ministério Público descreve uma série de fatos e circunstâncias, narrando como seria o suposto esquema de desvio de valores da Bancoop, inclusive para fins de financiamento ilícito de campanhas políticas. (…) Porém, não há em tal manifestação a indicação clara e precisa dos elementos de prova dos autos que sustentam tal narrativa, bem como os pedidos formulados”, constata o juiz.
Veja a íntegra do parecer da justiça no sitio “Ví o Mundo” de Luis Carlos Azenha.

Mas a imprensa menor continua tentando inventar um fato possa desestabilizar a candidatura Dilma mas só prejudica ainda mais seu candiato, que só sabe entregar empresas à iniciativa privada por total falta de competência e criar novos pedágios… Que dó… Fatos velhos com base em declarações de foragidos da justiça noticiados há um ano atrás neste mesmo órgão de divulgação da oposição tendo apenas trocando os nomes veja aqui.

E ainda tem quem acredite. Ainda bem que está restrito a poucos inocentes que se julgam pertencentes ao Reich. Coitados, não? Uma total falta de argumentos e de programa aceitável produz este tipo de lixo de baixa qualidade.

Anúncios

From → Sociedade

2 Comentários
  1. Realmente esta imprensa menor é totalmente desqualificada e indigna de crédito. Esses promotores públicos também, até o STF, imagina que eles abriram processo para julgar petistas e membros do governo Lula por estar envolvidos com o mensalão.

    Agora imagina esta “revistinha” Veja publicar denuncias maculando pessoas tão horadas como o tesoureiro do PT. E aqueles pobretões que deixaram se fotografar e deram entrevista dizendo que a “Coperativa do PT” tomou-lhes o dinheiro e não entregou a casa ou apartamento contratado. Tudo mentira! Esse povo faz parte dessa mídia golpista.

    Imagina até o Duda Mendonça inventou que o PT o obrigou abrir conta no exterior para pagar contas da campanha do Lula. Isso foi os tucanos que pagou pra ele falar isso.

    Outra revistinha que não vale nada é a Época, veja o que ela publicou daquele camarada do PT que quer candidatar-se a governador do Distrito Federal? Isso só pode ser inveja!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: