Skip to content

Você já ouviu falar na Operação Fanta na televisão?

01/30/2010

Nem eu…

E na prisão dos integrantes do MST? Ah… Eu também… Vendo na TV a gente acha uns bandidos, não é mesmo? Pois é…

Operação Fanta. Isto tem algo a ver com a Fanta, da Coca Cola? Sim… Fanta laranja, mais específicamente. A Coca Cola é um dos maiores compradores de suco do Brasil.

Pelo que eu ouvi falar, fazem 4 anos – o fato ocorreu em 24 de janeiro de 2006 – quando a Polícia Federal investigava uma operação de cartel. Cartel significa um acordo explícito ou implícito entre concorrentes para, principalmente, fixação de preços ou cotas de produção. A ação se deu na Cutrale e a acusação era que as processadoras de suco agiam em conjunto para estabelecer o preço da laranja ao produtor. Naturalmente que deve ter sido denúncia de pequenos agricultores insatisfeitos com o preço oferecido. Eles já não devem mais ter as plantações de laranja para servir de exemplo para aqueles que ousem desafiar esta conceituada empresa.

Foram apreendidos documentos que, supostamente, confirmariam o crime. A empresa entrou então com uma ação para que os documentos não fossem deslacrados. Para impedir a abertura dos documentos apreendidos, as fábricas de suco propuseram um acordo em que pagariam multa de R$ 100 milhões para que o caso fosse encerrado com a devolução do material. Não conseguiram. Mas conseguiram arrastar a abertura por estes 4 anos e ainda queriam mais prazo. Em 2007, os documentos apreendidos na Montecitrus e na Louis Dreyfus começaram a ser analisados.

Paralelamente, Cutrale e Citrovita conseguiram liminares para manter o sigilo. A liminar da Cutrale, no entanto, foi derrubada na Justiça de Araraquara, decisão mantida pelo Tribunal de Justiça (TJ) de São Paulo. Finalmente, nesta semana, os documentos foram abertos. O que havia lá? Não sei, pois a ação corre em segredo de justiça. Ninguém sabe. Talvez nem mesmo fique sabendo.

Não é a primeira ação que a Cutrale enfrenta. Existem outras, relativas à grilagem das terras que ocupa – aquelas que foram invadidas. Mas estas fazem muito mais tempo. Tanto que a gente nem se lembra mais. O que a gente lembra é da invasão das terras da Cutrale. Esta a gente não pode esquecer, pois a TV à toda hora lembra.

As empresas envolvidas nesta ação são: indústrias Cutrale, Citrossuco, Citrovita (controlada pelo grupo Votorantim), Louis Dreyfus e Bascitrus. O Conselho Administrativo de Defesa da Economia (Cade) está impedido de atuar neste caso, mesmo sendo o órgão que deveria atuar. O caso está na Secretaria de Direito Econômico (SDE). O processo pode se arrastar por ainda mais quatro anos.  E até lá, como nos outros que enfrentou, a gente já terá se esquecido do que se tratava a Operação Fanta. Pode ser que até lá nem exista mais o MST prá encher o saco. Mas fiquem tranqüilos, pois mesmo que consigam acabar com o MST haverão outros movimentos populares para ser dizimados e fornecer material para divulgação na a televisão.

Anúncios

From → Sociedade

4 Comentários
  1. LISONN permalink

    LISON.
    Saudações!
    Que Post Fantástico!
    Amigo Erick, muito bem lembrado os fatos em telas acerca de tão importantes empresas na vida muitos brasileiros. Realmente eles devem assim procederem com os longos “rabos de raposas felpudas”, no mundo de supostos crimes que devem rolar algumas décadas para o veredicto se não caducarem.
    Quanto aos membros do MST, muito bem que deveriam invadir aqui pelo Amazonas, olha tem a área do rio Javari, um colosso a espera de quem gosta de plantar, e, uma extensa e fértil na área de São Gabriel da Cachoeira, e, se plantando tudo dá, desde soja, abacaxi, laranja, afora a maior reserva do mundo de Urânio, tem todos os tipos de minérios, não entendo o que está faltando.
    Daria até para construir o Estado (independente) do Movimento dos Sem/Com Terra.
    Parabéns por mais um excelente Post!
    Abraços,
    LISON.

    • erickfigueiredo permalink

      Seria uma boa o pessoal do MST conseguir o título da terra por aí. Eu poderia até pensar em ser agricultor só para ser teu vizinho… Sem terra, é lógico… rs rs rs
      Estado independente é problema, pois ficariamos sem ajuda tecnonógica da Embrapa.
      Se a Cutrale e o Daniel Dantas, no Pará, conseguiram, por que não eles?
      Muito obrigado pelo comentário.

  2. Erick,

    É sempre assim!! O dinheiro é o que manda, e nossa In-Justiça está já contaminada por esse câncer chamado corrupção. Já estamos na se paração do joio e do trigo!! Logo, todas as podridões da humanidade estarão à mostra, como a nudez de uma meretriz de pura lascívia!!

    Abçs!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: