Skip to content

A reação da oposição

01/28/2010

A Globo reage em defesa da pré candidatura de José Serra (veja aqui a edição do Jornal Nacional de ontem).

Já vimos este filme. É reprise de 1989, quando vestiram a camiseta do PT no seqüestrador do Abílio Diniz (veja aqui a comparação entre os episódios).

É o estilo Serra de concorrer às eleições.  Não é a primeira vez que é candidato e não será a primeira vez que recorrerá a recursos “rasteiros” através de seus “aliados”, entre eles a Globo.  Já vimos este filme e Ciro Gomes já preveniu.  Serra fica anônimo enquanto seus aliados agem, de forma rasteira, em uma ação de campanha de destruição “institucional” para desacreditar os apoiadores de seu adversário.  Com isto, seus oponentes ficam também desacreditados. A tentativa será a de inviabilizar, antes da campanha, a candidatura ou de, pelo menos, minar uma eventual candidatura que possa se opor à sua. Não se falará de obras, de realizações, de capacidade.  O mote, o “breafing” da campanha da candidatura de Serra, será a de reunir dados para lançar suspeitas e acusações – inclusive pessoais – verídicas ou não, que inviabilizem cadidaturas que possam ameaçá-lo. Tudo isto será feito pelos “aliados” e de forma o mais anônima possível.

O motivo de tudo isto é claro, pois as últimas notícias são avassaladoras para o futuro candidato. Vamos nos ater apenas às notícias da última semana:

Pesquisas:

A pré-candidata do PT à Presidência da República, Dilma Rousseff, alcançou em Pernambuco, na primeira quinzena deste mês, quase o dobro das intenções de voto do pré-candidato do PSDB, José Serra, informa pesquisa do instituto Vox Populi encomendada pela Rede Bandeirantes e divulgada na edição de terça-feira (26) do Jornal da Noite.

De acordo com o Vox Populi, Dilma obteve 45%, Serra 23%, Ciro (PSB) 9% e Marina (PV) 3%. Os resultados apurados em Pernambuco fazem parte de uma pesquisa de âmbito nacional realizada junto a 2.000 eleitores de todas as regiões entre os dias 14 e 17 de janeiro.

No fim da semana passada, o Jornal da Band havia divulgado os resultados que o Vox Populi apurou no Rio de Janeiro sobre a disputa presidencial. Eles mostram um empate técnico entre Serra (27%) e Dilma (26%), dentro da margem de erro de 2,2 pontos percentuais para mais ou para menos. Ainda no Rio, terceiro maior colégio eleitoral do país, Ciro Gomes obteve 14% e Marina Silva 9%.

Crescimento da Petrobrás:

A Petrobras subiu do nono para o quarto lugar no ranking das 50 maiores empresas de energia do mundo, segundo avaliação da consultora PFC Energy. Segundo nota divulgada na noite da última terça-feira (26) pela estatal brasileira, o cálculo levou em conta o valor de mercado das companhias em dezembro do ano passado.

Segundo a PFC Energy, ao longo de 2009, as ações da Petrobras registraram alta de 103%, índice maior do que o alcançado pelas três primeiras da lista (PetroChina, Exxon e BHP Billiton). A consultoria destacou, ainda, o rápido crescimento da Petrobras, que saiu da 23ª colocação para o quarto lugar, em apenas oito anos. Nesse período, o valor de mercado da Companhia subiu de US$ 96,8 bilhões de dólares para US$ 199,2 bilhões, segundo a empresa.

Lula Homenageado

O Presidente Lula será homenageado em Davos, como “personalidade do ano”. O Presidente Lula deverá se dividir entre o Fórum Social Mundial (FSM), em Porto Alegre, e o Fórum Econômico Mundial, em Davos, entre os próximos dias 26 e 29. Lula tinha acertado sua participação no FSM, que terá uma edição especial de seus dez anos em Porto Alegre, ao lado de outros presidentes latinos, no dia 28.

Brasil credor do FMI

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, o presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, e o diretor-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Dominique Strauss-Kahn, assinaram hoje termo de compromisso que aumenta o aporte financeiro do país ao FMI.

Revisão para cima, da expectativa do FMI para o crescimento Brasileiro:

O Fundo Monetário Internacional revisou para cima sua previsão de crescimento para a economia brasileira. De acordo com o relatório, o PIB do Brasil deverá crescer de 4,7% em 2010. A previsão anterior era de 3,5%.

Em 2011, a economia brasileira deverá avançar 3,7%, segundo o FMI.

Nos Estados Unidos, a projeção de crescimento é de 2,7% em 2010, também um avanço ante os 1,5% previstos em outubro. Para 2011, a previsão é de 2,4%.

Segundo o relatório, novas medidas nos Estados Unidos para reduzir a taxa de desemprego podem dar um novo ímpeto tanto ao crescimento americano quanto da economia global.

Apoio popular:

Todos nós sabemos do apoio popular de Lula, que investiu, como nunca na história deste país, em política social que tornou cidadãos milhões de brasileiros.

Além de tudo, a taxa de desemprego cai a níveis históricos.

Anúncios

From → Sociedade

4 Comentários
  1. Belo post.
    Não dá para ficar assistindo o repeteco de 89 e não responder na medida certa.
    Queiram não, Lula é diferente de tudo que ja tivemos no comando deste país.
    Parabéns.

  2. Parabéns pelo post,
    Muito completo e esclarecedor.

    Grande abraço do já parceiro, leitor e amigo.

    Renan

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: