Skip to content

Há 118 anos, na primeira ditadura militar do Brasil…

11/22/2009

Faz hoje 118 anos a eclosão da primeira greve do Brasil República que ajudou na queda da primeira ditadura imposta em defesa da oligarquia e acabou colocando no poder a ditadura do Marechal Floriano Peixoto que soube ser ainda pior que a anterior, do Marechal Deodoro da Fonseca.

D.Pedro II fez um governo que durou 49 anos (1840-1889) e se manteve no poder apesar das concessões feitas às oligarquias que dominavam o país. O que causou a queda de D. Pedro II foi a libertação dos escravos. O oligarquia queria indenização. Vemos que, desde aquele tempo a oligarquia achava que o governo devia sustentá-la.

Marechal Deodoro da Fonseca aceita dar o golpe militar pelo fato de ter recebido a mentirosa notícia que seu desafeto Silveira Martins seria nomeado primeiro-ministro no lugar do Visconde de Ouro Preto. E Deodoro tomou a providência de revogar a constituição, ficando o Brasil sem instrumento jurídico até 1891. Governava por decreto e acumulava os poderes executivo e legislativo. Isto significa que estávamos em uma ditadura. Seu Ministro da Fazenda era justamente Rui Barbosa que, sem experiência no assunto, teve uma gestão desastrosa que casou um impacto negativo na economia nacional. A especulação financeira veio seguida de um volume de moeda sem lastro, ou seja, sem um valor financeiro baseado nas reservas econômicas nacionais. Em pouco tempo o preço dos alimentos subiu vertiginosamente e criou uma crise econômica criticada por toda população brasileira. A derrota no setor econômico representava uma primeira ameaça ao governo de Deodoro da Fonseca, que durou muito pouco em função disso.

Em junho 1890, cedendo a pressão de setores liberais, Deodoro da Fonseca instaura uma Assembléia Constituinte e, de acordo com essa mesma constituição, o presidente deveria ser eleito por voto direto. No entanto, um dispositivo legal garantiu que Deodoro fosse eleito indiretamente com o voto da Assembléia. Eleito constitucionalmente, Deodoro agora deveria dividir o poder com o Congresso. A presente crise econômica e a natureza autoritária do presidente pioraram o quadro de tensões daquela época, levantando a possibilidade de que houvesse limitação dos poderes presidenciais. Deodoro reagiu e resolveu decretar estado de sítio e dissolver a Assembléia.

Tudo isto fez com que fosse deflagrada, em 22 de novembro de 1891 uma greve na Central do Brasil – a primeira do brasil república – e, no dia seguinte, a 23 de novembro, o Almirante Custódio de Melo ameaçava bombardear a cidade o que fez com que o déspota Deodoro da Fonseca renunciasse.

Com a renúncia de Deodoro, assume o Marechal Floriano Peixoto. Ficou pior a emenda do que o soneto, mas isto é tema para um outro artigo.

Anúncios

From → Sociedade

9 Comentários
  1. Saudações!
    Amigo Erick,
    Que Post Fantástico!
    Gostei muito de ler sua explanação a cerca de tão importante registro histórico. Interessante, ao viajar em seu extraordinário texto nos damos conta que o Brasil de hoje, não é muito diferente daquela época, e em muitos fatos recentes e atuais só deram uma nova roupagem, é o caso das benditas medidas Provisórias, que não mais é que governar por Decreto.
    Parabéns pela pesquisa!
    Parabéns pelo excelente Post!
    Abraços fraternos,
    LISON.

    • erickfigueiredo permalink

      É verdade, como da mesma forma os trabalhadores da Central do Brasil acabaram sendo utilizados como massa de manobra embora suas reivindicações fossem justas. Acabaram por causar um mal pior, que foi quando o Marechal Floriano Peixoto, o “marechal de ferro” assumiu o governo e se mostrou mais autoritário que Deodoro.
      Obrigado pelo comentário.

  2. Querido Erick,

    Adorei seu texto.
    O tema foi muito bem abordado, evidenciando a importância da nossa história, que, infelizmente, poucos conhecem por não quererem se apronfundar nesse tipo de conhecimento.

    A ciência política é apaixonante, principalmente quando traz à tona momentos memoráveis como o que expôs em seu texto.

    Parabéns!

    Bjs.

    Rosana.

    • erickfigueiredo permalink

      Obrigado, Rosana, pelo teu comentário. Só não concordo com esta coisa de “querer”. Nós – eu, pelo menos – fomos educados considerando como heróis as pessoas erradas… Temos alguns fatos de nossa história que precisam ser passados a limpo.

  3. Erick muito bom nota 10 pelo texto, sempre bom um pouco mais de informação de nossa hitória.
    Abraços forte

  4. 118 anos, nem é tanto tempo assim, mas, fico pensando existe alguma ditadura que não seja militar (pela força das armas)?

    • erickfigueiredo permalink

      Podemos dizer que a de Getúlio Vargas, embora apoiado pelos militares, não pode ser considerada militar.

  5. titanegro@gmail.com permalink

    Os truculentos de plantão de sempre… Pensam serem donos do país e dos nacionais. KKK
    Parabéns pelo texto: esclarecedor, e bem humorado!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: