Skip to content

Londres – Investindo no Brasil

11/05/2009

lula226afp

Brasil vive ‘revolução silenciosa’, diz Lula em Londres. A declaração foi feita durante um discurso a empresários e investidores no seminário “Investindo no Brasil”, organizado em parceria pelos jornais Financial Times, da Grã-Bretanha, e Valor Econômico, do Brasil.

“Estamos vivendo um momento quase mágico”, disse o presidente, após afirmar que o Brasil “cansou de ser o país do futuro” e não quer perder “nenhuma oportunidade” no século 21. “O século 21 é o século do Brasil”, afirmou Lula.

O presidente defendeu que os programas sociais do governo e os avanços econômicos do país estão promovendo no país um “milagre da transformação”, que ainda não estaria sendo medido pelos especialistas e pelos institutos de pesquisa.

Após falar à plateia sobre os ajustes realizados na economia no início de seu primeiro mandato presidencial, Lula disse que a crise serviu para mostrar que os países que tiveram uma maior participação do Estado sobre a economia sentiram menos os efeitos da crise.

“A classe política mundial precisa aprender que somos eleitos para governar, e estávamos habituados a pensar que não precisávamos governar porque o mercado resolveria tudo”, disse Lula.

“O mercado pode resolver uma parte substancial das coisas do país, mas tem coisas que o mercado não consegue resolver, porque não é papel do mercado”, acrescentou. “O mercado não faz política social, é o Estado que tem que fazer. O mercado não cria um programa como o Luz para Todos, ou o Bolsa Família, isso tem que ser política de Estado.”

“Essa crise, que chegou muito forte depois da quebra do Lehman Brothers, não precisaria ter chegado a essa profundidade se os governantes tivessem tomado medidas corretas na hora certa. É para isso que existe governo”, disse.

Lula afirmou que, quando é cobrado pelos altos lucros dos bancos no Brasil, responde que prefere que eles continuem ganhando muito dinheiro, porque “quando eles quebram, o prejuízo é infindável”.

Ao final de seu discurso, o presidente brasileiro voltou a defender uma maior participação dos países emergentes nos organismos econômicos internacionais como o FMI e o Banco Mundial para refletir melhor a nova ordem global.

“Estamos avançando na refundação das instituições de Bretton Woods, mas ainda falta muito para restaurar uma governança financeira forte e transparente”, disse.

Para Lula”novas estruturas e regras devem refletir a emergência dos países em desenvolvimento como atores indispensáveis em um mundo cada vez mais interdependente”.

O seminário sobre oportunidades de investimento no Brasil foi o principal evento da visita de dois dias de Lula a Londres.

lularainha1Ainda na tarde desta quinta-feira, o presidente se encontrou em uma audiência privada com a rainha Elizabeth 2ª, no Palácio de Buckingham.

A convite da rainha Elizabeth II, o presidente Lula esteve há pouco no Palácio Buckingham, residência oficial, para uma conversa bem amistosa. Na audiência, Sua Majestade parabenizou o presidente brasileiro pelo prêmio Chatham House que será entregue em cerimônia em Banqueting House, Whitehall. Além disso, a rainha apresentou as congratulações pelo fato de o Comitê Olímpico Internacional (COI) ter eleito o Rio de Janeiro para sede dos Jogos Olímpicos em 2016. A soberana britânica também quis saber de Lula sobre as medidas adotadas pelo governo brasileiro para enfrentar os efeitos da crise financeira mundial.

Antes de retornar a Brasília, à noite, o presidente recebe um prêmio concedido pela Chatham House (Instituto Real de Assuntos Internacionais) por seus esforços para a melhoria das relações entre os países da América Latina.

Fonte: BBC Brasil

Anúncios

From → Sociedade

6 Comentários
  1. Olá, Erick!

    Felizmente, o nosso país está encontrando o caminho certo para o seu desenvolvimento e progresso sustentado. Embora, ainda existam muitas coisas a serem feitas e muitas outras que estão sendo feitas devem ser melhoradas e ajustadas, mas a verdade é que estamos muito melhor do que há alguns anos.

    Abraços

    Francisco Castro

    • erickfigueiredo permalink

      Obrigado pelo comentário. O único fato a lamentar e termos que buscar estas notícias em jornais internacionais. Mas o povo saberá reconhecer o progresso.

  2. Erick parabéns pela postagem, muito bom ver que onosso país esta brilhando sifras aos olhos do especuladores internacionais, ,as o que me deixa alegre e em ver que o Brasil aprendeu a se dar ao valor, e não se vender por barganha como no passado!!!!

    • erickfigueiredo permalink

      Verdade, amigo Falbo. Estamos no caminho mais ainda falta muito para chegarmos onde merecemos estar.

  3. Olá Erick.

    Outro dia eu estava comentando com um taxista, a partir da rodoviária: “Burguês não tem cidadania, ele compra. Não importa onde ele tenha nascido, esta´ra sempre disposto levantar acampamento e partir”. Assim é com o capitalismo globalizado.

    O brasil sofreu muito com essa instabilidades durante muito tempo, com a saída da crise, o primeiro prêmio foi as olimpíadas, enquanto todo mundo corria atras, oferecendo o que supostamente já estava pronto, como foi o caso dos EUA, o Brasil ofereceu 25 bilhões, muita gente achou muito, se esqueceram que há algum tempo atras já chegaram a oferecer até 40 bilhões para se ter uma olimpíada, sem falar dos benefícios fiscais, os empregos a divulgação …são muitos os benefícios.

    Recentemente ouvi falar que os asiáticos estavam investindo pesado no brasil, agora é a rainha, a mulher mais rica do mundo que não quer arriscar seu dinheirinho no país que mais sofre com a crise que alguns países já saíram. Melhor para o Brasil

    ABS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: