Skip to content

Mais de 13 mil soldados são dispensados nos EUA por ser Gay

10/23/2009

Noticiado hoje que mais de treze mil soldados foram dispensados das forças armadas americanas por sua opção sexual. Esta prática revela uma nova característica discriminatória do povo americano, que já segregou negros e pessoas com tendências socialistas (marcatismo).


Existe a conduta americana adotada no governo Clinton de “não pergunte não conte”. Assim, oficialmente não se admite a discriminação mas basta uma denúncia para que se dê a demissão. E o motivo alegado para a dispensa deixa bem claro os motivos ao dizer, por escrito que a demissão deveu-se a “conduta homossexual”.

No passado, os homossexuais eram bem vindos às forças armadas, pois aumentava o sentido de equipe das tropas. Isto era patente na Grécia e em Roma, por exemplo. E não há nada que possa levar a crer que a opção sexual do indivíduo o torne menos capaz, pelo contrário, pois o que observamos nestas pessoas é uma tremenda vontade e garra, não influenciando sequer na coragem e determinação. O simples fato de admitir sua condição em um mundo que discrimina estas pessoas já os torna corajosos, sinceros e determinados.


Barack Obama, para a aumentar a fúria dos reacionários americanos, se dispôs acabar com esta discriminação. Esperamos que isto realmente ocorra, pois já é tempo desta grande nação tão cheia de virtudes abandone estes terríveis vícios que denigrem sua imagem.

Fonte: UOL Notícias – Vídeos

Anúncios

From → Sociedade

7 Comentários
  1. para mim isso é nada menos que xenofobia, e deve, sim, acabar.

    parabéns pelo post.

  2. Oi Erick!

    Acredito que isso é o cúmulo do preconceito. Um militar tem que ser dispensado pela sua falta de conduta ética ou irregularidade, não pela sua opção sexual. Espero que o Obama – que ganhou recentemente o Prêmio Nobel, contribua para que os EUA repense essas práticas preconceituosas.

    Abraço

  3. A opção sexual é um problema pessoal de cada individuo, mais não podemos esquecer de que existem regras e leis e a devemos cumpri-la, independente de sexo, crédulo, ou qualquer que seja o seguimento escolhido.
    Abraços forte

    • erickfigueiredo permalink

      Não se trata de lei, mas de preconceito puro. Obrigado pelo comentário.

  4. caetano da silva permalink

    se as forças armadas tem regras essas regras devem ser seguidas, sem desculpa de discriminação, a unica coisa que obama consegue com este feito é infurecer os generais, obama deve tomar cuidado ele num sabe e ném tem moral pra lidar com os generais americanos.
    o mau dos gays é achar que tudo é homofobia acham que todos tem que aturar eles, e querem proibir quem é contra de se manifestar. acho isso uma hipocrisia cada um que viva sua vida e respeite as regras e as instituições, obama quer desmoralizar o maior exercito do mundo, ele vai acabar igual o zelaya.

    • erickfigueiredo permalink

      Sinceramente espero que a extrema direita americana não prevaleça. Obrigado.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: