Skip to content

Vandalismo ou sabotagem? – É necessário investigar

10/10/2009

mstpoliciaDe acordo com o noticiado pelo Estado de São Paulo hoje, o MST denuncia infiltração de pessoas interessadas em denegrir o movimento quando da invasão da Cutrale, que ocupa terras pertencentes à União, com publicação da íntegra da nota da entidade (veja aqui).

“Os companheiros e companheiras do MST de São Paulo reafirmam que não houve depredação nem furto por parte das famílias que ocuparam a fazenda da Cutrale. Quando as famílias saíram da fazenda, não havia ambiente de depredações, como foi apresentado na mídia. Representantes das famílias que fizeram a ocupação foram impedidos de acompanhar a entrada dos funcionários da fazenda e da PM, após a saída da área. O que aconteceu desde a saída das famílias e a entrada da imprensa na fazenda deve ser investigado”, diz a nota.

Reiterando o compromisso do movimento com a “democratização da propriedade da terra, cada vez mais concentrada em nosso país”, a direção nacional do movimento lamentou as ações que resultaram na destruição registrada na última quarta-feira, classificando a situação como “desvios de conduta”.

De acordo com as estimativas dos administradores da fazenda, cerca de 7 mil pés de laranja foram arrancados, 28 tratores foram destruídos ou danificados e instalações foram depredadas.

“Lamentamos muito quando acontecem desvios de conduta em ocupações, que não representam a linha do movimento. Em geral, eles têm acontecido por causa da infiltração dos inimigos da reforma agrária, seja dos latifundiários ou da policia”, diz a nota.

Ainda assim, a nota avaliza a ocupação como única forma de exercer pressão para que a lei da Reforma Agrária seja cumprida. “As leis a favor do povo somente funcionam com pressão popular. Fazemos pressão por meio da ocupação de latifúndios improdutivos e grandes propriedades, que não cumprem a função social, como determina a Constituição de 1988”, diz o texto.

De acordo com artigo que publiquei nesta página (veja aqui), as terras invadidas não pertencem à Cutrale, mas à União e tal afirmação é confirmada pelo Incra conforme noticiado no mesmo jornal O Estado de São Paulo (veja aqui)o movimento estava acuado diante da ressurreição do movimento da bancada ruralista do Congresso Nacional, tendo à frente Ronaldo Caiado, em ação para instaurar uma CPI contra o MST.

Todos nós sabemos que existe uma campanha orquestrada pelas forças reacionárias que querem destruir nosso governo democrático e os movimentos populares de esquerda, composto pela mídia golpista e pelos defensores do néoliberalismo, que querem privilégios para os ricos e poderosos. Assim, o MST não tem voz. Sabemos também que os ruralistas, estes com apoio das mesmas forças reacionárias, com ampla cobertura da mesma imprensa que tenta calar estes movimentos, seriam perfeitamente capazes de sabotagem visando minar tais movimentos populares como já aconteceu antes com assassinatos de militantes e simulação de vandalismos. Um fato que chama a atenção era a presença de helicópteros da mídia para filmar as ações de depredação ocorridas justamente durante a desocupação. Parecia que todos sabiam que haveriam depredações.

Por outro lado, existe reincidência de ações violentas com destruição de bens pertencentes aos proprietários, o que é injustificável. Sabemos que, em outras ocasiões, foram destruídos bens e inclusive moradias.

Volto a insistir: é necessária uma completa investigação sobre as invasões, o MST, suas fontes de renda e de subsistência, o movimento ruralista, as grilagens e posses ilegais, ações violentas de ambas as partes para esclarecer a todos nós o que realmente acontece. Por que não se aproveita a CPI que os ruralistas pretendem para aprofundar estas investigações e remover o véu que ainda encobre a situação fundiária no Brasil?

Fonte: O Estado de São Paulo.


Anúncios

From → Sociedade

6 Comentários
  1. Saudações!
    Amigo,
    É uma situação delicada e preocupante. Concordo plenamente que o fato em tela deve ser investigado, identificando os culpados pelos vandalismos, que dêem amplo direito de defesa. Agora que esse movimento já está enveredando por ações graciosas, deve estar, isso porque não é a primeira vez que tais fatos ocorrem.
    E por que não tentam invadir a Serra do Cachorro, lá para São Gabriel da Cachoeira/AM, Uma área riquíssima, solo fértil e abarrotada de minérios? Eu DUVIDÊÓDÓ.

    Na igreja não estavam.
    Parabéns pelo excelente texto!
    Abraços!
    LISON.

    • erickfigueiredo permalink

      Você tem toda a razão no arrazoado comentário: existem antecedentes que colocam em dúvida as alegações do MST, mas não podemos negar que os ruralistas também não são santos. Temos que passar a limpo tudo isto e investigar a fundo de uma vez por todas. Obrigado pelo comentário que enriqueceu o post.

  2. A UM PONTO A SE ESCLARECER NISTO TUDO. É LÓGICO QUE A REFORMA AGRÁRIA CAVALGA A TROTES LENTOS NESTE PAÍZ, É LÓGICO QUE TEMOS VÁRIAS REGIÕES DO BRASIL, EM QUE FAZENDAS, ANTES PRODUTORAS DE ALIMENTOS, SE VOLTARAM AO CULTIVO DE PRODUTOS NESCESSÁRIOS A INDÚSTRIA DO COMBUSTÍVEL LIMPO.
    SÓ QUE DAÍ, A DESTRUIR COMPLETAMENTE UMA FAZENDA NITIDAMENTE PRODUTORA, É O CAOS.
    EM UM MOVIMENTO GRANDE, COMO OS DOS SEM TERRA, SEMPRE VÃO TER PESSOAS INFILTRADAS TENTANDO DENEGRIR A IMAGEM DA INSTITUIÇÃO… SÓ QUE ESSA É UMA DESCULPA REPETITIVA, E NEM SERIA NESCESSÁRIO ALGUÉM SE INFILTRAR, POIS OS PRÓPRIOS LÍDERES DO MOVIMENTO ,ACHAM LOUVÁVEL ATITUDES COMO ESTA, E VÃO NA FRENTE DA T5V DIZER QUE É NESCESSÁRIO PARA QUE O MOVIMENTO TOME FORÇA, COMO ACONTECEU COM A LÍDER DESTA INVASÃO.
    CONCORDO QUE O MOVIMENTO DEVA EXISTIR E QUE SUAS INTENÇÕES SÃO BOAS, MAS A QUE SE CONVIR ,QUE SE ELES ACHAM QUE NÃO ESTÁ BOM COM O GOVERNO LULA, QUE SEMPRE FOI UM DEFENSOR DA REFORMA AGRÁRIA NESTE PAÍZ, IMAGINA SE FUTURAMENTE UM CANDIDATO DA OPOSIÇÃO ASSUMIR…
    OU A COISA SE RESOLVE AGORA, OU TEREMOS CONFRONTO ARMADO FUTURAMENTE NESTE PAÍZ.
    FELICIDADES ,SUCESSO E PAZ!

  3. Eu acho que tem que ser investigado e muito bem investigado. Alias quando a noticia começou a ser veiculada o Alexandre Garcia parecia mais uma mulher em dores de parto. Nunca vi uma defesa tão enfática. A imagem das laranjeiras sendo derrubadas foi chocante mas muito mais chocante para mim foi os tiros dados em uma pessoa la no RS pela policia. Essa noticia não mereceu a cobertura que foi dada às terras griladas pela Cutrale. Entre árvores e gente, eu fico com a “gente”. Eu acho que o MST é um movimento social legítimo sim. Também acho que o governo tem que avançar mais na questão da distribuição de terras. Ter 2% de “brasileiros” com tanta terra e milhares sem nada é nojento! E a bancada ruralista que vá para o inferno!

    • erickfigueiredo permalink

      É preciso, conforme o amigo Wander disse acima, uma investigação profunda para que esta questão seja resolvida. Obrigado pelo comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: