Skip to content

A transformação do comunismo ou o assassinato de Luiz Carlos Prestes?

09/27/2009

naocomunismoNão quero fazer um tratado filosófico nem defender nenhum ideal socialista. Só gostaria de entender.

Uma das teorias basilares do comunismo é a chamada “mais valia”, cujo conceito, segundo David Ricardo, trata da aplicação conjunta de trabalho, maquinaria e capital no processo produtivo gera um produto, o qual se divide entre as três classes da sociedade: proprietários de terra (sob a forma de renda da terra), trabalhadores assalariados (sob a forma de salários) e os arrendatários capitalistas (sob a forma de lucros do capital). Karl Marx chama a atenção para o fato de que os capitalistas, uma vez pago o salário de mercado pelo uso da força de trabalho, podem lançar mão de duas estratégias para ampliar sua taxa de lucro: estender a duração da jornada de trabalho mantendo o salário constante – o que ele chama de mais-valia absoluta; ou ampliar a produtividade física do trabalho pela via da mecanização – o que ele chama de mais-valia relativa. Em fazendo esta distinção, Marx rompe com a idéia ricardiana do lucro como “resíduo” e percebe a possibilidade de os capitalistas ampliarem autonomamente suas taxas de lucro sem dependerem dos custos de simples reprodução física da mão-de-obra.

O comunismo tem como objetivo a criação de uma sociedade sem classes, sem Estado, baseada na propriedade comum dos meios de produção, com a consequente abolição da propriedade privada e caracterizada pelo controle dos meios de produção pelos trabalhadores através de associações livres de produtores. Em princípio, nada tem haver com a “ditadura do proletariado” estabelecida na união soviética. Poderia muito bem estar inserida como uma teoria econômico-social que defenderia o princípio da distribuição plena dos resultados obtidos pela aplicação do capital, o que é meio complicado, pois temos que considerar ainda as variações da demanda do produto, por si só variável.

Estas teorias são complicadas demais. Só abordei tais temas para tentar entender o que motivou a guinada do Partido Popular Socialista – PPS, antigo Partido Comunista Brasileiro – PCB que hoje é aliado a partidos comprometidos com o neoliberalismo como o DEM e o PSDB, por exemplo. E o que defende o neoliberalismo? Podemos definir o neoliberalismo como um conjunto de idéias políticas e econômicas capitalistas que defende a não participação do estado na economia. De acordo com esta doutrina, deve haver total liberdade de comércio (livre mercado), pois este princípio garante o crescimento econômico e o desenvolvimento social de um país.

Sem julgar a teoria neoliberal, que já demonstrou que tal teoria induz à crise econômica e não ao desenvolvimento social, gostaria saber como podemos entender e aceitar uma tal guinada teórica de um partido inteiro formado pela histórica figura de Luiz Carlos Prestes. Ou será que o PPS, num rasgo de pragmatismo de meia dúzia de líderes resolveu encurtar o caminho para o lucro fácil e a exploração do trabalho pelo o capital?

Seria um tardio assassinato de Luiz Carlos Prestes com subversão de seus ideais?
Anúncios

From → Sociedade

12 Comentários
  1. acho que a teoria comunista é boa só no papel, na prática, nem os líderes que a defendem arduamente realmente praticam, na verdade gostam da mordomia da teoria contrária….
    abs

    • erickfigueiredo permalink

      Também acho. Mas você não respondeu a questão: como é possível tal guinada do ex-PCB atual PPS?

  2. Grande Erick, ja faz muito tempo que estudei estes temas capitalistas e marxistas, pra mim nunca foram e não são consistentes, existem muito mais variáveis. Agora você querer entender o que um Partido (que o nome ja diz partido) a ser coerente é muita coisa …

    • erickfigueiredo permalink

      Obrigado, Joselito… Realmente não são consistentes. Definitivamente não são.

  3. Erick, o segredo para entender a guinada à direita do PCB/PPS não está propriamente no marxismo, muito menos no conceito de mais-valia, mas na história do movimento comunista após o XX Congresso do Partido Comunista da União Soviética, em que Nikita Khruschëv denunciou o que chamou de “crimes” cometidos por Stálin. A história é longa e tem muitos fatos a serem analisados sob sua superfície, mas, no Brasil, o que se percebe é que desde 1958 o grupo liderado por Prestes alijou da cúpula do Partido Comunista do Brasil (como se chamava à época o partido que adotava a sigla PCB) o grupo que havia reorganizado o Partido nos anos 1940, entre eles João Amazonas, que viria a ser presidente do PCdoB a partir de 1962. Desde a chamada “declaração de março”, de 1958, a direção prestista foi cada vez mais se afastando de uma visão revolucionária do marxismo, até que Prestes saiu do PCB. A partir de então, o caminho rumo ao PPS foi tão rápido quanto o da URSS rumo ao capitalismo.
    Quanto aos conceitos marxistas de mais-valia, salário, valor etc., sugiro a leitura de “Salário, preço e lucro”, um livro que considero fundamental para quem queira aprender algo sobre economia política marxista. No meu blog, em Fudamentos do marxismo segundo Lênin (parte II), falo muito brevemente sobre o valor-trabalho, base para o entendimento da mais-valia. Acredito que em breve devo explorar mais esse assunto.

    • erickfigueiredo permalink

      Muito obrigado pelos esclarecimentos. Realmente a guinada foi radical demais e me causou espanto.

  4. A propósito, Salário, preço e lucro é um livro de Karl Marx sobre a necessidade de os trabalhadores reivindicarem aumentos salariais. Outro livro interessante, mas para entender a reprodução ampliada do capital, é o Desenvolvimento do capitalismo na Rússia, de Lênin – pelo menos seu capítulo primeiro.

  5. Bem… por estas e outras que são chamadas de teorias… Difícil de se por em prática… Ainda mais em se tratando de política, está mais fácil entender E=mc²

  6. Washington Mario permalink

    Você assistiu a entrevista de Luiz Carlos Prestes no programa Roda Viva? Se não assistiu ainda, procura no Youtube que tem na íntegra. Prestes esclarece muitas de suas dúvidas. Inclusive diz que pro comunismo funcionar na prática o ser humano deveria ter outro tipo de mentalidade.

    • erickfigueiredo permalink

      Não acredito em um Luiz Carlos Prestes néoliberal mas vou assistir. Obrigado pela dica.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: