Skip to content

Os milagres da privatização

09/18/2009

fiacaoO que faz a privatização: de acordo com a revista Carta Capital, somos líderes no ranking mundial do preço da energia elétrica, à frente de países com renda per capita muito superior à brasileira, como Japão e Alemanha. De 1995 a meados de 2008, data de publicação do estudo, a tarifa média teria subido nada menos que 398%. No mesmo período, os salários, corrigidos pelo IPCA, subiram bem menos, apenas 164%”, sustenta o texto da Carta Capital.


Na mesma edição, outra reportagem também aborda a privatização no setor energético. Sob o título “Gás asfixiante”, o texto de Sérgio Lírio demonstra como grandes indústrias paulistas vêem ganhos exorbitantes da Comgás, querem mudar os critérios de reajustes das tarifas e ameaçam ir à Justiça. Os empresários acham um exagero uma concessionária monopolista de serviços públicos – privatizada pelo governador Mário Covas, em 1999 – ter uma rentabilidade sobre o patrimônio de 45%.

E ainda há quem defenda a privatização da Petrobrás, como nas três emendas de igual teor proposta por três deputados, o mais conhecido é Aleluia, vice-líder do DEM na Câmara e militante do Grupo Carlista na Bahia. A sua emenda que questiona a participação da Petrobras nos termos dos projetos enviados pelo presidente Lula está disponível na internet. É dela a afirmação de que “a previsão legal de um monopólio ou reserva de mercado para a Petrobras não se justifica em hipótese alguma”, citada pelo jornal e copiada pelos outros dois parlamentares. Para Aleluia, trata-se de “privilégios” e “discriminação injustificada”.

O pior é que a acirrada campanha, ao que tudo indica, partiu do presidente do IBP, João Carlos França de Luca através de lobistas. De Luca, que já trabalhou na Petrobras, preside igualmente a filial no Brasil da multinacionall espanhola Repsol, que abocanhou a petroleira argentina YPF quando de sua privatização e é uma das “sócias patrimoniais” do IBP. João Carlos desmentiu a autoria do projeto mas admitiu que contatou parlamentares de oito partidos.

Algumas pessoas de bem defendem com unhas e dentes estas teorias sob a alegação que a Petrobrás e suas descobertas foram invenção do Lula para eleger seu sucessor. Como estas inocentes pessoas não gostam do Lula por ele ser nordestino de origem pobre e sem formação acadêmica, acham que os paulistas ricos e pós-graduados têm toda a razão e defendem, sem se aperceberem disso, a privatização da Petrobrás.


Fonte: Carta Capital e Folha de São Paulo

Anúncios

From → Sociedade

4 Comentários
  1. E pode aguardar, que o governo já está aumentando a participação extrangeira no BB.
    Ele agora está sendo vendido (ações ON – que dão doreito ao acionista de voto nas decições do banco) na bolsa de New York, a participação extrangeira que era de 7,5% à alguns anos no BB agora pode chegar a 26%.
    Lembre-se o BANCO do BRASIL

    Abraços

    Davi

    • erickfigueiredo permalink

      Importante observação: privatização paulatina, homeopática… Obrigado pela observação.

  2. É lamentável que pessoas como o de lucca que já pertenceu aos quadros da empresa se preste a esse abominavel papel. Infelizmente é isso que ocorre mesmo, o poder enfeitiça, principalmente os fracos.

    • erickfigueiredo permalink

      Está com toda a razão… Obrigado pelo comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: