Skip to content

Tsunami ou “marolinha”? – Análise do jornal “Le Monde”

09/17/2009

siderurgicaO jornal francês Le Monde analisa que “A recuperação do crescimento mundial depende do Bric” e prossegue:

“Ao prever com ironia um ano atrás que “o tsunami” da crise provocaria em seu país uma simples “marola”, o presidente brasileiro, Luiz Inácio Lula da Silva, acertou: a recessão só duraria um semestre.O produto interno bruto aumentou 1,9% no segundo trimestre de 2009, depois de ter recuado durante dois trimestres consecutivos: -3,4% (outubro-dezembro 2008) e -1% (janeiro-março 2009).

Segundo o ministro da economia, Guido Mantega, o gigante sulamericano deverá recuperar em 2010 sua velocidade média anterior à crise, em torno de +4,5%.

Atingido pela recessão mais tarde que a maioria dos países do mundo, o Brasil também saiu dela antes, como mostram dois outros índices: a Bolsa de São Paulo retomou seu alto nível de um ano atrás e a moeda, o real, recuperou toda sua força frente ao dólar e o euro.

A rápida recuperação do Brasil mostra como foi acertada a estratégia adotada pelo governo, com enfoque sobre o apoio do mercado interno. Reduções de impostos na indústria automobilística e de eletrodomésticos mantiveram as vendas nesses dois setores industriais cruciais.

O Banco Central ajudou os bancos em dificuldades, retirando de suas gordas reservas – US$ 200 bilhões – para irrigar o mercado que havia secado. Grandes empresas, como a gigante mineradora Vale, ficaram com medo, congelando seus investimentos, o que é criticado pelo presidente Lula hoje. Mas a confiança dos consumidores não foi abalada: “A economia sobreviveu graças aos mais pobres”, ressalta Lula.”

Fonte: Le Monde

Se desejar verificar a reportagem completa, acesse Uol – Notícias – Internacional

Anúncios

From → Sociedade

4 Comentários
  1. Erick!

    Muitos pensavam que o LULA estava tentando ludibriar os brasileiros com mais um termo, levando a acreditar que a crise economica mundial nao teria um efeito forte na nossa economia. Felizmente, foi exatamente isso que aconteceu, a nossa economia esta crescendo e duirante esse periodo nao temos nenhum ano com crescimento negativo como ocrreu nos anos 1980 e 1990. A crise chegou no Brasil, mas nao se instalou. A crise chegou, mas passou rapidinha.

    Abraços

    Francisco Castro

    • erickfigueiredo permalink

      Ainda bem, não é mesmo? Todos sentimos esta “marolinha” em maior ou menor intensidade. Mas estamos nos recuperando… Obrigado pelo comentário.

  2. Well, nem tanto ao céu, nem tanto a terra, o negócio de marolinha foi bravata antecipada, entretanto de certa forma surtiu efeito psicológico que ajudou o Brasil atravessar mais suavemente as ondas nem tão bravas, mas, também não tão calmas.

    • erickfigueiredo permalink

      Você tem toda a razão. Na reportagem completa, o jornal aborda justamente esta faceta. Todos nós sentimos em maior ou menor intensidade. Obrigado pelo comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: